Apresentação

A culpa de tudo foi do Herax, que tirou o sistema de comentários no blog dele e resolveu colocar um chat, onde aconteceram longas conversas sobre cinema. Certo dia, reclamávamos que existem no Brasil, atualmente, pouquíssimos sites que tratam o bom e velho cinema físico e fantástico com dignidade. Aí surgiu a idéia de criar um blog coletivo como forma de iniciar algo que nem nós sabemos direito o que é. Mas assim nasceu O Dia da Fúria.

A decisão foi aprovada por muita gente, recrutamos os furiosos Cesar Almeida, Leandro Caraça (autor da idéia do nome do blog), Leopoldo Tauffenbach, Osvaldo Neto, Otávio Pereira, Rogério Ferraz e Takeo Maruyama; e a partir de hoje, vamos ver o que vai dar…

O Dia da Fúria vai funcionar da seguinte maneira: a cada mês, um diretor será escolhido e, sem firulas e frescuras, vamos apenas centrar a atenção em seus trabalhos, tentando comentar a maior quantidade de filmes possíveis do sujeito. Não vamos vomitar a filmografia de uma só fez. As atualizações serão semanais até que, ao fim do mês, completem todos os textos do diretor escolhido.

É isso. Fiquem a vontade e sejam bem vindos ao blog O Dia da Fúria!

Ronald Perrone

18 thoughts on “Apresentação

  1. Cool babe!
    Com essa empreitada e logo começando com o Sollima espero que surja, ao final, o lançamento do filme mais aguardado por todos os apreciadores do spaghetti western:

    “La Resa dei Conti”.

    Vou fazer toda publicidade possível do blogão furioso de vocês.

    ****

    Mas cadê os filmes do Sollima?

    Vamos falar sério!

    Por aqui já sairam todos os do Leone:

    A fistful of Dollars / Per un pugno di Dollari; For a few Dollars more / Per qualche Dollari in più; The good the bad and the ugly / Il buono, il brutto, il cattivo; Once upon a Time in the West / C’era una volta il West e A fistful of dynamite / Duck you sucker / Giù la testa….

    …do Corbucci já sairam os mais importantes:

    Minesota Clay; Django; Il grande Silenzio; Vamos a matar, companeros e o Il mercenario.

    Tá certo que estão faltando o grande Gli Specialisti, (1969) e os menores (?):

    Il Bianco, il giallo, il nero / Samurai (1975); Che c’entriamo noi con la rivoluzione? 1974); J. and S. – storia criminale del far west (1972); Navajo Joe (1966); I Crudeli (1967) e o Johnny Oro / Ringo e sua pistola de ouro (1966)…

    Mas vamos falar sério.

    Cadê os filmes do Sollima?

    Cadê?

    Quem viu?

    Cadê, qualquer um dos três, da sua bela Trilogia do Oprimido?

    Onde estão:

    The Big Gundown / La resa dei conti / O dia da desforra,
    Face to Face / Faccia a faccia / Cara a Cara

    e

    Run man run / Corri uomo corri / Corre homem, corre

    …Talvez eles possam ser considerados, os três melhores filmes, não lançados até agora no Brasil…

    Ninguém aqui vai se “atrever” a lançá-los?

    Será que eles não sabem que “La Resa dei Conti / O Dia da Desforra” é, e isto confirmado pela grande maioria dos apaixonados pelo gênero, como o melhor spaghetti western (sem contar os filmes do Leone) já realizado?

    Será que eles também não tem conhecimento que em todos os três temos talvez as melhores atuações do Tomas Millan, nos seus faroestes italianos?

    Quando é que umas destas empresas de cinema/ de video/ de cinema/ de dvd / do escambau, vão “descobrir” e lançar estas pérolas por aqui?

    Quando?

    É…, eles não sabem o que estão perdendo….

    Mas continuaremos sempre a sonhar…

    E estaremos sempre torcendo para esta “descoberta” aconteça logo….

    Quem sabe até o natal, estes lançamentos não sejam os nossos melhores presentes?

    Abraços a todos e sonhemos juntos!

    ***

    abrx

    mrlx

  2. Ronald, ainda não sei, mas se for ripado do dvd espanhol como eu imagino que seja, é legal sim! Eu pretendo comprar. E o Otávio lembrou bem, o FACE A FACE nacional não é igual aos gringos (japones/europeu) mas quebra um galho.

  3. O filme “Face a Face”, de Sérgio Sollima, cujo elenco contava com um dos maiores atores italianos à época, Gian Maria Volonté, que inclusive atuou sob a direção do Mestre Sérgio Leone no filme “Por Alguns Dolares a Mais”, foi lançado no Brasil com título de “Quando os Brutos se Defrontam”. Ele é considerado um dos 10 (dez) melhores faroestes produzidos na Itália. Entretanto, a versão brasileira, em DVD, lançada por duas distribuidoras diferentes, uma delas a New Line Home Vídeo, apresenta um corte não existente originalmente, o que prejudica a sua qualidade. O filme “Dia da Ira”, dirigido por Tonino Valerii, onde atuam Giuliano Gemma e Lee Van Cleef, também apresenta o mesmo problema.

  4. O filme “Dia da Desforra” foi lançado recentemente, mas dublado em espanhol, com o título de o “Dia da Vingança”. i “

  5. O filme “Dia da Desforra”, de Sérgio Sollima, lançado recentemente no Brasil como “Dia da Vingança”, muito embora duplado em espanhol, apresenta excelente qualidade, principalmente quanto à música incidental, elaborada pelo inquestionável Ennio Morricone.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s