Os Raptores em Ação (Revolver, 1973), Sergio Sollima

06_Algum espectador poderia até reclamar da falta de sequências de ação, longos tiroteios e perseguições de carro em alta velocidade pelas ruas estreitas de uma cidade europeia qualquer; eu entenderia, afinal, estamos falando de um euro crime setentista, subgênero cujo quesito “ação” é praticamente obrigatório.

Não foi o meu caso. Não senti falta alguma destes detalhes enquanto assistia Os Raptores em Ação – primeira incursão do diretor Sergio Sollima ao cinema policial – principalmente quando temos um Oliver Reed inspiradíssimo num desempenho tenso, expressivo, encarnando Vito Cipriani, um ex-policial que tem a esposa seqüestrada e faz de tudo para consegui-la de volta. A exigência dos seqüestradores é que Cipriani ajude na fuga de Milo, um prisioneiro que se encontra encarcerado na mesma prisão que o protagonista administra atualmente. Mas para garantir que tudo aconteça dentro dos conformes, Cipriani sequestra Milo e aí a coisa toda fica ainda mais intrigante.

revolver still 007

O italiano Fabio Testi – outro ótimo ator que trabalhou com diversos diretores consagrados na época como Lucio Fulci, Enzo G. Castellari e Andrzej Zulawski – interpreta Milo e contribui com uma atuação do mesmo nível de Reed. E ver esses dois monstros em pleno auge de suas carreiras já valeria o ingresso ainda mais num filme que concentra-se muito mais nos conflitos internos dos personagens do que na própria ação extravasada.

E Os Raptores em Ação pode não conter as tais cenas elaboradas de ação, mas a trama e seus desdobramentos caminham num ritmo tão frenético que compensa a ausência de cenas mais movimentadas, e a trilha de Morricone contribui bastante (a canção que abre o filme é uma obra-prima). Claro que não deixa de ter uns tiros aqui e ali pra saciar o espectador mais urgente, mas até nestas sequências Sollima dá um tom mais realista, sem o sensacionalismo habitual dos polizieschi (mas que funcionam perfeitamente quando existe esta pretensão). Um filmaço, sem dúvida!

4

Ronald Perrone

Anúncios

6 thoughts on “Os Raptores em Ação (Revolver, 1973), Sergio Sollima

  1. Obra-prima isso ae, e a trilha do Morricone sem duvida é uma das mais belas que ele criou.

    Concordo com o Ronald, que apesar da ação ele foca mais nos sentimentos dos personagens, e acaba envolvendo quem o assiste. Isso da mais vontade de saber no que vai dar a relação de “amizade” entre o reed e o testi, do que o desfecho que a trama policial vai ter.

    Um filme bem humano ( que bosta, hahahahah).

  2. Ao lado do Faccia a Faccia, este é o meu Sollima favorito. Foi com esse filme que realmente começaram a levar o Testi a sério, antes a galera só escalava ele porque fazia o tipo gostosão. Do Ollie eu não falo nada, porque a admiração é absoluta. Além do mais tem uma das melhores cenas introdutórias dos anos 70.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s