800 Balas (2002), Álex de la Iglesia

800balas

A mais bela homenagem ao Spaghetti Western já realizada pelo Cinema. Ao invés de tentar reproduzir as peculiares características clássicas do célebre gênero italiano (como os péssimos Rápida e mortal e A vida por um Dólar), Álex de la Iglesia optou por contar uma história atual e recheada de nostalgia em 800 Balas. Auxiliado por um excelente elenco, Iglesia conseguiu atingir uma dramaticidade até então ausente de sua obra, harmonizando perfeitamente este novo elemento com seu habitual humor negro.

O roteiro do próprio Iglesia, escrito em parceria com Jorge Guerricaechevarría, acompanha a decadente rotina de Julián (Sancho Gracia), um velho ex-dublê de cinema que trabalhou em dezenas de westerns e filmes de aventura. Atualmente, Julián comanda um show para turistas no estilo “Oeste Selvagem” em uma decrépita cidade cenográfica na Almeria (região da Espanha notória pelos Spaghetti Westerns). Seu dia a dia de bebedeiras com os companheiros de elenco é abalado com a chegada inesperada do seu neto Carlos (Luis Castro), que fugiu de casa. A surpresa leva Julian a encarar a parte sombria de seu passado: a morte do filho, também dublê, durante uma filmagem. Laura (Carmen Maura), sua ex-nora e uma poderosa empresária do ramo imobiliário, entra em conflito com Julián, armando uma vingança que levará os falsos caubóis a uma luta de verdade.

800balas

800 Balas é o filme mais “leve” e acessível da carreira de Álex de la Iglesia. Não fossem algumas breves cenas de sexo e nudez (uma delas bastante polêmica) o filme passaria por uma gentil sessão de tarde. Mas isso não significa que o diretor espanhol tenha deixado para trás suas obsessões. Personagens bizarros, perdedores e outsiders permeiam toda a narrativa. O humor negro também marca forte presença, embora sem os momentos grotescos de suas obras anteriores.

Sancho Gracia, que atuou em vários westerns italianos (como Per il gusto di uccidere e Se sei vivo, spara!), está espetacular em cena. Seu personagem tragicômico conquista o espectador facilmente. Uma cena se destaca entre os momentos hilários da história por conta da sua “coincidência” com a vida real: aquela em que Julián conta para um amigo como transou com a atriz Rachel Welch no set de 100 Rifles (1968). Sancho Gracia realmente atuou em 100 Rifles, com Rachel Welch!

Os fãs do western macarrônico irão se deleitar com as inúmeras referências ao gênero, neste emocionante tributo. Os cenários da Almeria são uma atração a parte, e praticamente imploram pela volta do western às suas paisagens desérticas. 800 Balas está disponível em DVD no Brasil.

4

Cesar Almeida

Anúncios

8 thoughts on “800 Balas (2002), Álex de la Iglesia

  1. Último filme do Iglesia que vi e gostei muito. Bastante divertido e a cena com a gostosa lá é muito legal. Garotinho sortudo!

    Já estou no pc com Perdita Durango, A Comunidade e Oxford Murders.

  2. É isso aí: adicionando uma carga dramática inédita até então, Iglesia constrói um dos filmes mais bonitos sobre a paixão pelo cinema, não só pelo Western. É aí que vemos o que é um cineasta que realmente acredita no macrocosmo que está inserido, não só em seu mundinho egóico…

    • Pulamos por problemas técnicos, Vitor. Não se preocupe que uma hora A Comunidade aparece aqui no site. Abraço!

  3. Um dia desses vou virar bandido, merda!
    Sou fã do Alex de la Iglesia, mas fora “Un crimen ferpecto” e “A Comunidade”, não se compra nada dele legalmente no Brasil. Mesmo na Amazon “The Oxford Murders” está pelo preço proibitivo de US$ 35,00. A única sorte é que a TVE está disponibilizando na faixa os últimos episódios de Pluton BRB Nero no site dela, e em ótima qualidade.
    Daí vem um cara como o Ibertson aí em cima (nome de marca de canivete é tradicional de bandido, veja Mack The Knife) e se orgulha de ter “chupinhado” quase tudo…

  4. ótimo filme… ganhei ele do meu pai, que também é fã dos western spaghetti…. e quando assisti, me deliciei com a trama…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s