La Cravate (1957, curta), Alejandro Jodorowsky

la_cravate

O chileno Alejandro Jodorowsky é um sujeito multifuncional: artista plástico, escritor (de teatro, livros, quadrinhos), ator, mímico, especialista em tarô, psicoterapeuta e, nos momentos de folga, diretor e roteirista de cinema. Seu trabalho inicial com a sétima arte rendeu este curta metragem de 20 minutos de duração.

Durante 50 anos, La Cravate ficou desaparecido e só foi encontra do em 2007, num velho sótão na Alemanha! Baseado numa estória de Thomas Mann, o filme narra o conflito de um jovem, interpretado pelo próprio diretor, que deseja conquistar uma moça e compra no mercado de cabeças uma flor roxa para presenteá-la. Ignorado pela amada, percebe que o problema está no detalhe que fica acima de seu pescoço, então decide voltar ao mercado para trocar sua cabeça por uma que agrade a donzela.

Filmado em cenários teatrais na França e sem diálogos, La Cravate é inspirado na arte da pantomima e no movimento surrealista, mas mesmo que este último elemento acompanhe toda a carreira do diretor, o curta destoa completamente de seus filmes seguintes, muito mais carregados de simbolismos e bastante viscerais. Vale como uma agradável curiosidade.

3

Ronald Perrone

Anúncios

2 thoughts on “La Cravate (1957, curta), Alejandro Jodorowsky

  1. Perrone, os furos que tenho são “La Cravate” e “Tusk”. Vou ver se corrijo e aproveito e dou uma revisada na filmografia do homem. Desde 2005 não revejo nada dele. Faz teeeeempo que não visito o mestre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s