Titanic (1997), James Cameron

por Leandro Caraça

Ninguém a não ser o próprio James Cameron acreditava na possibilidade de Titanic se tornar um sucesso. Mesmo assim ele colou uma gilete na mesa de montagem com os dizeres “no caso de tudo mais der errado.”. O que se viu no entanto foi o maior fenômeno nas bilheterias desde E.T. – O Extraterrestre, algo que apenas acontece uma vez em cada geração, ou quem sabe, até duas. A trama é conhecida por todos. Os detratores reclamam do romance meloso entre Leonardo Di Caprio e Kate Winslet e da longa duração da película. A verdade é que Titanic funciona muito bem como cinemão pipoca clássico e um dos melhores filmes-catástrofe de todos os tempos. Algo que faria Irwin Allen ficar preso na cadeira e que Rolland Emmerich nunca conseguiria fazer nem em 1000 anos. No aspecto técnico, é um assombro, uma união do melhor CGI disponível na época com um modelo em tamanho quase real do barco. Algo que apenas Cameron é capaz entre os diretores contemporâneos. Avatar pode até ultrapassar Titanic e assumir o posto de maior arrecadação da história, mas repetir aquela febre que avassalou o ano de 1997, é algo difícil mesmo para o atual Rei do Mundo.

Atualização Furiosa:

O Segredo do Abismo, por Ronald Perrone

3 thoughts on “Titanic (1997), James Cameron

  1. O filme nao é de todo mal, porém nao aguento ver aquele moleque de 14 anos (aparencia do Di Caprio) tendo um caso com aquela mulher!!! Mas as cenas do navio naufragando e os efeitos vizuais muito bons. Um filme regular.
    Acho o sucesso deste filme um absurdo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s