O DOMADOR DE DRAGÕES (The Dragon Tamers, 1975), John Woo

por Leandro Caraça

O segundo longa metragem de John Woo continua sendo um dos itens mais raros de sua filmografia. Sem um lançamento oficial em formato DVD, as poucas edições existentes são tiradas de velhas fitas VHS. Costumava ser exibido nas madrugadas da Rede Globo na metade dos 90, quando Woo se tornou the next big thing em Hollywood. O difícil acesso ao filme é curioso, pois temos aqui um dos melhores exemplares da fase inicial do chinês. Em O Domador de Dragões vemos um diretor totalmente a vontade, mostrando uma grande evolução em relação ao seu filme de estréia. Na história, Carter Wong (Os 18 Homens de Bronze, Os Aventureiros do Bairro Proibido) é um estudante chinês de artes marciais que viaja até a Coréia do Sul para desafiar um grande mestre de taekwondo (Ji Han Jae, um dos maiores lutadores de hapkido da história). Chegando ao local, torna-se um aliado de James Tien (O Dragão Chinês), outro instrutor de taekwondo, na luta contra um grupo de praticantes de karatê (sempre eles) que planejam se apossar de todas as escolas de artes marciais da região. John Woo capricha na edição e nos closes para enfatizar os duelos, e ainda contou com a colaboração de Jackie Chan como coordenador de dublês. Sammo Hung também pode ser visto fazendo ponta como um dos capangas de Yang Wei (ator constante nas produções da Golden Harvest). O destaque é que no confronto final, James Tien terá que enfrentar a perversa irmã do vilão, a verdadeira chefe da quadrilha, numa batalha com direito a facadas e ossos quebrados. Além disso, uma vez que Tien é o instrutor de um grupo de belas mulheres, o filme não perde a chance de mostrar momentos apelativos. Em especial, a sequência de abertura com lutadoras rivais de karatê e taekwondo literalmernte saindo no tapa e rolando na lama (com seios à mostra filmados em câmera lenta).

3 thoughts on “O DOMADOR DE DRAGÕES (The Dragon Tamers, 1975), John Woo

  1. Acho que esse filme é mais lembrado hoje por causa dessa cena das garotas pagando peitinho ao lutar na lama do que qualquer outra coisa, he, he, he.

    Obrigado por cobrir a minha inadimplência, Leandro, já que era eu que precisava escrever uma resenha desse filme.

  2. é um otimo filme ,,, para que esta geração de hoje
    aprenda,, entender o verdadeiro filme de ação e não

    estes filmes que são exibidos hoje sem criatividades e sem
    atores experientes,,,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s